slide1

premiosapom

EMYA yelow nominee 2014 23

Visita Virtual

Venha Conhecer-nos!

Rede de Arrojamentos de Cetáceos do Arquipélago da Madeira

R.A.C.A.M.

Rede de Arrojamentos de Cetáceos
do Arquipélago da Madeira
Contactos:
291 961 859 / 924 432 091

 Foram feitas 2 tipologias de atividades para e com professores: 

1ª – Comunicações

Foram realizadas 2 comunicações no Congresso de Educação Artística:

·         8 de setembro de 2017 - “Ferramentas   artísticas   para   a construção do saber – Tornar visível o invisível” pela Professora

Mariana Ribeiro;

·         8 de setembro de 2017  - “Meio marinho, motivador de aprendizagens no pré-escolar”  pelas Professroas Teresa Dalila Calaça e

Maria Paula Marçal (EB1/PE com creche do Caniçal).

2ª – Formação para docentes

10 a 14 de julho de 2018 realizada a formação “Baleias e Golfinhos no arquipélago da Madeira – uma abordagem educativa”, com a duração de 25h, tendo participado 25 professores.                                                                              

Consulte aqui

 

newsletter-2 trimestre-2018

Pea em destaque - 3-port-2018

Esta atividade desenvolvida nas escolas foi solicitada por professores de todos os ciclos de ensino. Está definida uma temática para cada ano de escolaridade, permitindo complementar o currículo desse mesmo ano de escolaridade. No ano letivo 2017/2018 contabilizaram-se 1493 alunos,distribuídos pelosseguintes ciclos de ensino:

·         Pré-Escolar – 241 crianças

·         1º CEB - 648 alunos

·         2º CEB - 104 alunos

·         3º CEB - 422 alunos

·         Ensino Secundário  - 78 alunos



Iniciou-se mais um período de campanhas de mar do projeto Mistic Seas 2, a bordo do Veleiro Mestre Miguel, com a participação da nossa equipa: Ruth EstebanCarla Van Barneveld PerezPhilippe VerborghNuno Marques e Luis FreitasFica aqui um pequeno registo dos transectos realizados em condições de mar excecionais, no Porto Santo e nas ilhas Desertas. 

Pintura de mural no Porto de Recreio de Machico. O projeto designado CARDUMO é uma iniciativa do Museu da Baleia da Madeira - Câmara Municipal de Machico desenvolvido em colaboração com os Centros de Atividades Ocupacionais de Machico, Santa Cruz, Santana e Camacha

 

 

 No Passado dia 6 de Junho a RACAM (Rede de Arrojamentos de Cetáceos do Arquipélago da Madeira) foi informada da presença de um animal arrojado no Ilhéu da Cal no Porto Santo, após coordenar com os vigilantes da natureza do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, RAM presentes no local e com a lota do porto santo, o animal foi recolhido e transportado, no navio Lobo Marinho da Porto Santo Line, até à Madeira. A necrópsia ainda não pôde ser efetuada, uma vez que alguns elementos da RACAM estiveram a participar nas reuniões do Proyecto Marcet na ilha do Faial entre o dia 7 e dia 12 de Junho.

Curiosamente, no dia 12 chegou a informação da existência de um animal arrojado, alegadamente um cachalote com 15 metros. Após algumas falhas de comunicação, a carcaça deste animal foi recuperada e revelou ser uma baleia de bossa (Megaptera novaeangliae) de “apenas” 6 metros, em avançado estado de decomposição. Ainda assim foi possível recolher algumas amostras e recuperar todo o esqueleto para posterior análise.
Mais uma vez agradecemos a todas as entidades que colaboraram nestes esforços e relembramos que em caso de arrojamento deve ser contactada a Rede de Arrojamento de Cetáceos do Arquipélago da Madeira (RACAM) através do nº 92 4432091.

 


 

Ao longo do ano letivo 2017/2018 muitas escolas contactaram o museu para a realização de visitas de estudo. Para cada ano de escolaridade foi definida uma temática relacionada com o currículo desse mesmo ano. Foram, também, disponibilizadas atividades de preparação e conclusão das visitas de estudo, permitindo uma continuidade pedagógica entre a escola e o museu. 

Contabilizaram-se, ao longo do ano letivo, 2750 alunos distribuídos pelos seguintes ciclos de ensino:

 

  • Pré-Escolar – 323 crianças
  • 1º CEB - 1445 alunos
  • 2º CEB - 146 alunos
  • 3º CEB - 503 alunos
  •  Ensino Secundário  - 333 alunos                        

            

O Museu da Baleia da Madeira, tutelado pela Câmara Municipal de Machico, celebrou 28 anos desde a sua abertura ao público, no passado dia 28 de maio, com uma atividade realizada no âmbito das comemorações do Ano Europeu do Património Cultural.

A iniciativa consistiu na integração de duas peças (o arpão original utilizado nas gravações do filme Moby Dick (1956) de John Huston e uma peça de maxilar com ilustração de uma cena de baleação) na exposição permanente da caça à baleia, subordinadas ao tema Moby Dick: representações da caça à baleia.

As peças alusivas à baleação remetem para o impacto que a atividade teve no quotidiano das comunidades, no passado, tanto a nível regional como a nível mundial e para a importância de as compreender, no presente, como um contributo para a formação da identidade e salvaguarda do património e da herança cultural.

 

O Museu da Baleia da Madeira pelo 4o ano consecutivo foi distinguido pelo TripAdvisor.


trip advisor

O desafio do ano letivo 2017/2018 denominou-se “Deixa a tua MARcá”, tendo por base a missão do museu.

Teve como principal objetivo de incutir o estudo das coleções museológicas como ponte para a compreensão das vivências baleeiras e executar a arte do mosaico como ferramenta educativa para enriquecer e promover o conhecimento de maneira prazerosa e criativa

Foi proposto às instituições participantes a realização de um painel em mosaico de azulejo, através da reprodução de uma imagem, para posterior integração num mural.

O resultado final, em forma de mural, encontra-se na frente mar do Caniçal.

Neste projeto participaram 10 instituições:

1 - EB2,3 do Caniçal;

2 - EBS Maurílio da Silva Dantas;

3 - EBS da Calheta;

4 - EBS Bispo D. Manuel Ferreira Cabral;

5 - EB1,2,3 do Curral das Freiras;

6 - CAO da Camacha;

7 - CAO de São Vicente;

8 - CAO de Santana;

9 - CAO da Ribeira Brava;

10 - EBS Padre Manuel Álvares

O resultado final, além de contribuir para embelezar a frente mar do Caniçal, possibilita a manutenção da memória cultural da Caça à Baleia na vila e

apela para a importância da transição paradigmática da caça para a conservação.



Este projeto, destinado aos alunos do 1º Ciclo, materializa-se em dois livros: Mara salva os roazes e Integração Curricular do Conto Infantil

Mara salva os roazes. Os livros foram criados para serem de fácil uso em contexto escolar, constituindo-se como recursos educativos

onde o património histórico-científico do museu é comunicado através da literatura infantil. Neles, a escrita criativa e a ilustração científica

conduzem os alunos numa viagem de descoberta da biodiversidade do mar da Madeira e da sua relação com o Homem.

No dia 18 de maio foram entregues gratuitamente, a todas as escolas do 1ºCiclo de concelho de Machico, exemplares dos

materiais educativos, equipando assim as escolas com recursos sobre o património local.

 

No passado dia 03 de maio, decorreu em Machico a feira do livro Francisco Álvares de Nóbrega, onde o Museu da Baleia da Madeira lançou o seu livro "Mara salva os roazes".

 

O Museu da Baleia da Madeira – Município de Machico acolheu a exposição temporária Espelhos do Mar II de Adelaide de Freitas. A autora - pintora e fotógrafa artista - expõe desde 1995 em Portugal e no estrangeiro, estando representada em várias coleções.

 

A abertura da exposição foi no dia 02 de maio e esteve patente ao público, na sala de exposições temporárias do museu, até 15 de julho de 2018.

 

A coleção reuniu um conjunto de fotografias que mostram várias faces do mar, algumas captadas na Região mas a maior parte ilustrativas do litoral continental português.

 

Um dos objetivos do MBM, no âmbito da sua missão, é aproximar as pessoas do mar, como tal, receber esta exposição foi uma forma de captar a atenção dos visitantes para o valor do mar, consciencializando o público para a importância de preservar o nosso património natural.



Consulte aqui

 

newsletter-1 trimestre-2018