slide1

2019
2016 1
2012

 

EMYA yelow nominee 2014 23

 

Trip1

Virtueller Rundgang

Besuchen Sie uns!

Rede de Arrojamentos de Cetáceos do Arquipélago da Madeira

R.A.C.A.M.

Madeira Walen Strandung Netzwerk
Impressum:
291 961 859 / 924 432 091

hora do conto férias

Peça do Mês - julho 2016-port

O Museu da Baleia da Madeira informa que, a promoção de 50% nas entradas aos 3º Sábados de cada mês, não tem efeito nos meses de Julho, Agosto e Setembro.

 

Cartaz 50 com sinal proibido

Weiterlesen...

 

 

Weiterlesen...

ATL de verãoATL Verão 2016

O Museu da Baleia irá desenvolver no mês de julho ATL para crianças. As atividades estão planeadas semanalmente e incluem a realização de jogos tradicionais, passeios e piscina.

Poderão participar crianças dos 5 aos 14 anos, sendo que a inscrição pode ser feita na recepção do Museu da Baleia da Madeira ou online, através deste link.

A participação implica que os encarregados de educação leiam e concordem com o regulamento das ATL que pode consultar aqui

 

Logo APOM

Vencedor do Prémio - Incorporação 2019

O Museu da Baleia da Madeira (MBM) foi vencedor na categoria de Incorporação dos Prémios da Associação Portuguesa de Museologia (APOM) 2019, que pretende relevar o que de melhor se faz nos museus portugueses. A atribuição desta distinção representa o reconhecimento da qualidade do trabalho desenvolvido na instituição. Foi alcançada com a criação do nicho museológico, subordinado ao tema Moby Dick: representações da caça à baleia.

Este núcleo é constituído por objetos emblemáticos com referências mundiais, como é o caso do arpão original utilizado no filme Moby Dick (1956) de John Huston, cujas cenas da caça foram realizadas com o apoio dos baleeiros madeirenses, registando episódios gravados no mar entre a freguesia do Caniçal e as Ilhas Desertas. O núcleo é complementado por duas peças em osso do maxilar de cachalote, ilustradas com a técnica de scrimshaw, também conhecida como arte baleeira, que consiste na gravação e/ou pintura em dentes e ossos da mandíbula de cachalote. Neste caso em particular, as peças retratam cenas da baleação. Uma das peças remete para a realidade local, da época, representando a perseguição a um cetáceo e a outra é ilustrada com o naufrágio de uma baleeira, provocado por um abalroamento de cachalote.

Qualquer uma das peças revela o impacto que a atividade baleeira teve no quotidiano das comunidades, tanto a nível regional como a nível mundial e para a importância de a compreender, como um contributo para a identidade e memória colectivas. As coleções do Museu da Baleia são elos de ligação que nos ajudam a compreender o passado local e a conciliá-lo com o presente, ao testemunhar a transição da caça para a conservação e utilização sustentável dos recursos naturais.

 

Logo APOM

Vencedor do Prémio de Melhor Serviço de Extensão Cultural 2016

O Museu da Baleia da Madeira (MBM) foi o vencedor na categoria de Melhor Serviço de Extensão Cultural dos Prémios da Associação Portuguesa de Museologia (APOM) 2016, de entre várias candidaturas de todo o território nacional. O MBM distingue-se, assim, pela sua diversidade e trabalho de proximidade junto às escolas e da população, levando a cultura do museu para além das suas instalações.

A atribuição deste prémio representa o reconhecimento, a nível nacional, da qualidade do trabalho desenvolvido na instituição, que teve por base a compilação das atividades desenvolvidas pelo Museu da Baleia da Madeira, no ano de 2015, no âmbito das suas valências: Museologia, Ciência e Educação. As ações foram apresentadas numa relação de continuidade com o passado e enquadradas nas próximas iniciativas da instituição, nunca perdendo de vista aquela que é a missão do museu e o incentivo à envolvência e participação da comunidade.

O Museu da Baleia da Madeira é um centro cultural multidisciplinar que se distingue pela diversidade das suas valências, abordando o mar de diferentes formas e constituindo uma mais-valia que se traduz num elevado grau de abrangência cultural. O MBM através do trabalho e atividades desenvolvidas nas suas áreas de intervenção tem vindo a afirmar o seu valor e a consolidar o importante papel que desempenha a nível cultural, junto da comunidade em geral e da local em particular.

 

apom

Menção Honrosa de Melhor Museu Português 2012

O Museu da Baleia da Madeira (MBM) recebeu uma Menção Honrosa na categoria de Melhor Museu Português dos Prémios da Associação Portuguesa de Museologia (APOM) 2012. 

 

 

Weiterlesen...

Vou marAr-te a Cabeça

A inauguração da exposição “Vou marAr-te a cabeça” e a entrega de prémios teve lugar no dia 27 de maio de 2016, pelas 15h00. A cerimónia contou com a presença do Sr. Diretor Regional da Educação, do Sr. Presidente do Município de Machico e equipa de vereação, do Presidente da Junta de Freguesia do Caniçal, de representantes das escolas e alunos participantes, de baleeiros e demais população. A exposição foi inaugurada percorrendo a vila do Caniçal e dando oportunidade aos alunos envolvidos de apresentarem e explicarem os seus trabalhos.

No images found.

 

peçadomêsdejunho

Weiterlesen...

Dia Internacional dos Museus

Para assinalar o Dia Internacional dos Museus, o Museu da Baleia da Madeira proporcionou entradas livres gratuitas para todos os visitantes.

 

 

Passatempo

Habilita-te a ganhar 2 ENTRADAS INDIVIDUAIS e um BRINDE SURPRESA. Para isso apenas terás que:

1. Escrever um nome original para darmos à loja do Museu, alusivo ao Mar, aos Cetáceos ou ao Museu da Baleia.

2. Fazer “Gosto” na página do Facebook do museu;

3. Partilhar publicamente esta publicação;

4. A sugestão com o nome deverá ser escrita nesta publicação e não nas partilhas;

5. Só é válida uma participação por pessoa;

6. Passatempo válido até 11-05-2016.

Passatempo

 

No dia 18 de Maio de 2016 comemora-se o Dia Internacional dos Museus. O Museu da Baleia da Madeira, como habitualmente, associa-se às comemorações desse dia, proporcionando entradas gratuitas a todos os interessados.

Venha conhecer a História da caça à baleia na Madeira e um pouco sobre os cetáceos que habitam nas suas águas.

 

Dia Internacional dos Museus

 

peça do mÊs - maio